OpenGL 4.0 promete forte concorrência com o DirectX 11

Se você é um gamer, trabalha com aplicações gráficas ou simplismente é fã de imagens em alta definição, sabe da importância de uma boa placa de vídeo e uma boa biblioteca de processamento gráfico.

Enquanto no Windows o DirectX impera, em outras plataformas optam por usar o OpenGL, destacando-se as distribuições GNU/Linux e a Apple.

Apesar de forte, o OpenGL nunca conseguiu concorrer de igual pra igual com o DirectX em sua qualidade e velocidade de processamento, mas as coisas prometem mudar.

O Open GL 4.0 foi anunciado pelo Khronos Group no dia 11 de março de 2010 e traz como promessas uma aceleração significante no processamento de gráficos com qualidade e altíssima flexibilidade. A intenção, além da aprimoração da tecnologia, é permitir cada vez mais funcionalidades através de várias plataformas e sistemas operacionais.

Um ponto principal é o suporte à tecnologia de tesselation, que é uma técnica utilizada para reduzir imperfeições em imagens 3D, que consiste em aumentar a quantidade de polígonos que formam a imagem, aumentando a fidelidade o máximo possível.

Esse era um dos destaques do DirectX 11, e agora o OpenGL oferece suporte, podendo bater de frente com seu concorrente. Isso foi possível através da inclusão de dois novos estágios de shadders, permitindo o descarregamento do tesselation diretamente do processador para o gráfico, desafogando o processador e aumentando a capacidade da tecnologia.

A nova versão elimina várias diferenças do desenvolvimento de jogos para computador e dispositivos móveis, unificando mais o processo e criando compatibilidade. Isso permite que um dispositivo "converse" com o outro.

Assim, por ser multiplataforma, a atualização para a versão 4.0 acaba por afetar também outras tecnologias que derivam do OpenGL, como é o caso do OpenGL ES, além de tecnologias como o iPhone. O WebGL, para desenvolvimento de aplicações web, também é afetado em questão de melhorias e flexibilidade.

Ainda não se sabe quando a nova tecnologia OpenGL 4.0 vai finalmente deslanchar, pois depende dos criadores de chipsets gráficos que precisam adicionar em seus drivers a nova versão. Além disso, os jogos também precisam ser feitos ou atualizados para usá-la.

Fonte: Baixaki Tecnologia

Nenhum comentário:

Postar um comentário