Sites pesados agora perdem relevância na pesquisa Google


Um novo critério pra quem tem site e quer vê-lo no topo da pesquisa Google: Retire todos os bytes extras dele.

A proposta desanima, claro. Muita gente adora colocar imagens em alta resolução e vídeos em seus respectivos sites, mas o Google afirma que seu mecanismo de busca para indicar resultados em pesquisas começará a levar em conta a velocidade de carregamento do site.

De acordo com o Google Webmaster Central, O impacto não será grande, ficando por volta dos 1% dos sites, o que não causará grandes mudanças no ranking.

Apenas a versão em inglês do Google está usando este recurso, mas fica o recado aos desenvolvedores, já que talvez em breve será ativado no resto do mundo.

Um comentário: