Intel lançará nova linha Atom e um processador com 50 núcleos

O processador mais comum em netbooks, irá ganhar uma nova linha de produção. Por seu tamanho reduzido, e a grande eficiência energética, é o mais utilizado em netbooks, alcançando quase a totalidade do mercado. Recentemente, a Intel afirmou que irá produzir o Atom em uma nova linha de produção com a tecnologia de 32 nanômetros, reduzindo ainda mais seu tamanho, e aumentando o seu poder de processamento.

Os modelos atuais do Atom são produzidos na escala dos 45 nanômetros (1 nanômetro = 0,000000001 metros). A idéia por trás desse novo investimento é a expansão no mercado além dos netbooks, entrando assim também em smartphones, e tablets, o que provavelmente ocorrerá no início do próximo ano.

Os novos investimentos não se restringem apenas à plataforma Atom. A maior novidade é o Knights Corner (imagem), projeto para computadores de alto desempenho. Baseado na tecnologia Many Integrated Core (Muitos Núcleos Integrados), a Intel criará uma plataforma capaz de realizar trilhões de cálculos por segundo e ainda contar com as funções de processamento padrão já conhecidas.

O alvo do projeto são segmentos como exploração, pesquisa, desenvolvimento científico, simulações financeiras, climáticas e diversas outras situações semelhantes. Tudo isso será possível em um único chip de 22 nanômetros e até 50 núcleos totalmente integrados.

Os primeiros kits de desenvolvimento para a nova plataforma, chamados de “Knights Ferry”, já passaram a ser enviados para desenvolvedores específicos, que começarão os testes já no segundo semestre deste ano. A ideia da Intel é expandir o suporte com uma extensa quantidade de ferramentas otimizadas para a arquitetura MIC.

Segundo as palavras de Kirk Skaugen, um dos maiores responsáveis pela inovação: “Os processadores Intel Xeon e agora os novos produtos dentro da arquitetura MIC acelerarão a solução para alguns dos problemas mais desafiadores da humanidade”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário