Imagina: E se todo o pensamento humano e memória fosse compartilhado com todos?

Eu gosto de imaginar cenários improváveis e tentar pensar nas consequências que tal cenário traria. Então esses dias pensei numas loucuras coisas que deu vontade de escrever aqui pra vocês.

Imagina a seguinte situação: todas as pessoas no mundo estão interligadas mentalmente de uma forma que cada um pensa por si só, mas todo conhecimento é compartilhado com todos e todo pensamento está igualmente à disposição de todos.

Enquanto escrevia o post notei que era semelhante ao conceito da Unimental

Vamos dar um exemplo mais prático: um cientista, através de todo o conhecimento humano que está disponível a todos através de sua ligação "telepática" (digamos assim), faz uma descoberta. Imediatamente essa descoberta está ao alcance de todos, como se todos já soubessem disso. Sim, uma sincronia de memórias com toda humanidade.


Eu fiquei pensando quais seria as consequências dessa sincronia de memórias e cheguei a duas conclusões, cada uma de um cenário diferente. Num dos cenários a raça humana sempre teve a memória compartilhada e sincronizada entre todos. Vamos chamar esse cenário de "Sempre foi assim". No outro, isso aconteceu em algum determinado momento, seja através de tecnologia ou evolução. Vamos chamar esse cenário de "Se tornou assim".

Sempre foi assim

Então, no cenário onde sempre foi assim, acredito que a humanidade estaria hoje vivendo uma era brilhante de tecnologia extremamente avançada e conhecimento enorme, provavelmente alcançando os limites do espaço utilizando-se de conhecimento científico obtido através do cruzamento de memórias e experimentos hoje impensáveis.

Todos viveriam de uma forma onde a humanidade pareceria um único indivíduo, formado por uma colônia onde cada um tem o seu devido papel e o desempenha muito bem. Não haveria o conceito de escola, afinal de contas o conhecimento já existe desde o nascimento e está disponível a todos igualmente. É como se cada pessoa se lembrasse de tudo, mesmo das coisas que aconteceram antes desta pessoa nascer. Também não haveria o conceito de segredo. De quem esconderíamos algo, se todos seriam como um com uma única memória compartilhada?

Vamos ao segundo cenário, onde..

Se tornou assim

Esse é pra mim um cenário catastrófico. Deixa eu te explicar o porquê: no cenário anterior a humanidade desconhece o conceito de segredo. Mas para a humanidade como conhecemos, praticamente tudo o que fazemos se mantém, em algum nível, em segredo. Veja: a sua mãe não sabe nem metade das coisas que você faz ou diz por aí, certo? E estou apenas falando de pessoas de contato de primeiro grau.

Agora imagina se de uma hora pra outra todas as memórias de todo mundo são compartilhadas e de repente todas as pessoas da face da terra sabem o que as outras fizeram. Isso seria catastrófico em vários níveis. Não falo apenas de sua mãe agora saber que quando ela sai você corre pro Xvídeos. Imagina o que aconteceria se descobríssemos todos os segredos de estado, todos as operações secretas que são feitas para não abalar a diplomacia entre os países...

Revelar todas essas informações, mesmo que agora todos são um, iria provocar um mal estar geral muito grande. Acabaria que, caso compartilhar as memórias fosse opcional, como por exemplo se o compartilhamento de memórias fosse feito via implantes cibernéticos no cérebro, muitos optariam simplesmente por não se conectar à rede de conhecimento, ou haveriam camadas dela, onde não estaríamos mais na minha linha de pensamento onde todos, sem exceção, teriam as memórias compartilhadas.

Aí tu me diz agora, aí nos comentários, o que tu acha: qual seria o cenário mais legal e o mais difícil pra você? Joga aí o que tu pensa a respeito das minhas loucuras ou continua a minha linha de pensamento. Será muito interessante ler o que você pensa.

Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário